quarta-feira, 11 de abril de 2012

Entrevista: InsideTv


Darren Criss fala sobre trabalhar com Matt Bomer no episódio de hoje à noite e o que há pela frente no resto da temporada

A primavera está aqui, o que significa contagem alta de pólen e o retorno de Glee. O episódio de hoje “Big Brother”, é focado nos irmãos Anderson – Blaine (Darren Criss) e Cooper (convidado especial Matt Bomer). Cooper “vêm à cidade pra importunar Blaine um pouco e lembrá-lo o quanto ele é ruim em tudo que ele faz,” diz Criss. “É meio que uma janelinha para dentro da vida que os Andersons tiveram em casa.” EW falou com Criss sobre a triunfante volta de Glee, os números musicais, incluindo “Somebody That I Used to Know” do Gotye, e o que há pela frente para Blaine.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Você já conhecia o Matt Bomer?
DARREN CRISS: Não, não havíamos nos conhecido. Mas eu e o Matt tivemos momentos maravilhosos juntos, porque ambos passamos por um treino de atuação semelhante. Nós tiramos Bacharelado em Belas Artes em universidades de atuação, então há uma série de semelhanças e pudemos compartilhar muita coisa um com o outro. Eu fiquei com muita inveja que ele teve que interpretar o papel que todo ator quer fazer, que é o mau ator. Ele estava tão entusiasmado quanto eu, então foi muito divertido.

Eu aaaamo seu o medley do Duran Duran
Legal, é! Eu vi alguns pedaços da apresentação. Eu estava fuçando no laptop do [Diretor de Glee] Eric Stoltz quando ele estava no set pela última vez.

Vamos falar sobre a sua apresentação de “Fighter”, onde você está lutando boxe. Você luta mesmo? Você estava socando bem forte.
Parecia mesmo? É, eu bati bem forte, mas eu estava aterrorizado porque eu acho que meus amigos que lutam boxe vão ficar “Ugh, esse cara não sabe o que ele está fazendo.” E eles deveriam dizer isso porque eu não sabia mesmo o que estava fazendo e eu não sei lutar boxe. Algum tempo atrás quando eu descobri que o Blaine ia lutar boxe, eu fui a esse clube de boxe bem famoso em Hollywood e eles tentaram me colocar na parede, literalmente.
Foi muito engraçado quando eu fui à esse clube pela primeira vez. Eu só disse “Hey, eu meio que só tenho que saber o que eu estou fazendo para parecer eficaz em câmera.” E no final, minhas mãos estavam doendo pra caramba e eu disse, “Existe alguma maneira de tomar precaução? Eu uso as minhas mãos – eu sou um músico.” E o cara me perguntou, “Você é músico? Profissionalmente? O que você toca?” Eu respondi, “Um pouco de piano. Um pouco de guitarra.” Ele só olhou pra mim e disse “Cara, você não pode treinar boxe!”

Eu sinto que as suas fãs vão ir à loucura durante aquela ceninha no chuveiro durante a apresentação. [NOTA DO EDITOR: Gleeks, vocês verão as costas do Darren!]
Ah, as minhas costas!

Com certeza haverá muitas fotos daquilo amanhã.
Oh, eu estou me segurando para não fazer piadas!

Foi divertido fazer a música do Gotye “Somebody That I Used to Know?”
Sim. Eu tenho a oportunidade de cantar várias músicas. Eu sou muito sortudo, pois algumas têm um lugar muito especial no meu coração. Gotye é um daqueles artistas que estiveram por aí há algum tempo. Eu sou um fã do Gotye a um tempo. Quando você vê as músicas na segunda página do script – você abre e você vê umas cinco ou seis músicas e não diz quem vai cantar o que – então quando você vê uma música dessas, você fica tipo “Oh meu Deus! Por favor! Por favor!”.
Eu, Matt e Eric Stoltz passamos por umas nove combinações diferentes para ver quem ia cantar o que. Nós estávamos tentando mudar algumas coisas para que fizesse sentido no contexto. Então eu e Matt cantamos a música toda e então bem na hora de gravar a cena nós decidimos qual seria a melhor distribuição de palavras. Então não é uma cópia da original. Em algum lugar no cofre, há uma gravação do Matt Bomer cantando a música inteira.

Conte-me sobre o Cleveland Show. Você fará uma voz no episódio do dia 29?
Sim, é engraçado quando as pessoas comentam sobre isso sendo que isso aconteceu a um ano atrás! O processo demora tanto que eu gravei isso, acho que é seguro dizer, a mais de um ano atrás. Sou um grande fã de animação e do trabalho de Seth [MacFarlane] e Mike [Henry]. Eu sou o oposto de Fergie. Por um tempo, a noite ia passando e nós tínhamos que gravar a nossa música juntos. Mas, desde então, temos nos visto bastante. Nós cantamos musicas de igreja e coisas do tipo. Meu personagem está em um conflito com Cleveland Jr. e nós dois estamos competindo por ela. Eu também especificamente solicitei que meu personagem animado lembrasse o Darren de cabelo comprido. Eu falei para eles "Posso ter meu cabelo comprido de volta? Porque eu não vou poder ter ele durante Glee por um bom tempo.”.

O que pode nos dizer sobre esses últimos episódios de Glee?
Para Blaine, depois de “Big Brother”, ele com razão fica um pouco no plano de fundo com a percepção de que temos esses personagens principais, alguns deles que estão prestes a dar um grande passo em suas vidas. Eu acho que Blaine será principalmente uma fonte de suporte para essas pessoas, e obviamente para Kurt. Então nada muito grande ou louco pra Blaine.



Fonte: Darren Criss Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário